sexta-feira, fevereiro 24, 2017

Portos com mais de 40 anos: Coisas de outro mundo

Não é todos os dias que metemos na boca num vinho destes. São vinhos que pertencem a uma realidade, a uma dimensão extra-terrena, a outro mundo.


São vinhos que puxam por todos os sentidos, que desafiam todas as nossas terminações nervosas. É por aqui que temos uma breve ideia do que serão aqueles Portos Tawny superlativos, inatigíveis aos comuns dos mortais. Não, um Porto com mais 40 anos também não é um vinho acessível. Não é um vinho que se compre de ânimo leve, sem ter que olhar para os bolsos. 


Descrever um Porto com mais de 40 anos é obra de engenharia quase impossível. As suas variáveis são quase infinitivas. Tornam a obra custosa, muito dispendiosa. Acabamos por deixá-la apenas no papel, em forma de esboço. Em forma de processo de intenções. E é desta forma que vos deixo em paz durante alguns dias. A redacção do pasquim vai fechar momentaneamente, por motivo de descanso do pessoal. Suspirem de alívio e aproveitei a ausência.

Sem comentários: