sábado, abril 08, 2017

Planeta: Dedicado a um ...

Tenho que assumir uma coisa perante todos vós. Tiro o chapéu a quem teve a brilhante ideia de criar o conceito de vinho de ou do amigalhaço. Penitencio-me, antes de tudo, por não ter tido a capacidade e a desenvoltura intelectual para me lembrar de tal coisa. Imperdoável da minha parte esta falha.

Gostei francamente do vinho. Iodado, com uma palete de aromas algo diferente ao que estamos habituados. Num bom estado de finura e complexidade. Impressionante a acidez.
E como gosto de aproveitar as boas ideias, nada melhor que dedicar este post a um amigalhaço que, segundo a peta que me enfiou, levou uma garrafa de vinho para eu beber. Assumo que andei durante muito tempo a chorar ao pé dele, dando-lhe a ideia que gostava de o beber. Do tipo ai e tal que nunca bebi nada disso.


Na verdade e mantendo a linha coerente deste tablóide, este post não tem qualquer utilidade, não serve para coisa alguma. Serve apenas para agradecer ao tipo que tinha a garrafa guardada e a levou para uma tainada. Por isso, obrigado, pá!

Sem comentários: