sábado, maio 13, 2017

Primeiro Round: A Vitória vai para ...

E pronto, terminou o primeiro round. Agora com os dois números uns nas mãos (entretanto, já saiu o número dois da renovada Essência do Vinho, ups da Revista de Vinhos - A Essência do Vinho), podemos dizer que a fase inicial da revolução está terminada. Começa a assentar o pó.


Ainda não li com toda a atenção a primeira edição da Vinho - Grandes Escolhas, mas um rápido raio x às muitas folhas que transporta (está grossa a edição inaugural), permite-me ainda assim dizer, sem qualquer leitura dúbia ou dúvida, que aparentemente deu abada no confronto dos números uns. Está, parece-me, mais coerente. Digamos que está projectada da cabeça aos pés (independentemente se gostamos ou não, se concordamos ou não). E percebe-se ou nota-se ou sente-se a mão dos autores. Há, pelo menos eu senti, uma certa continuidade do trabalho feito durante anos na antiga Revista de Vinhos. Não foi feita a martelo como aconteceu com a sua concorrente, em que meteram uma Wine com outra capa. O resto fica à consideração de quem lê. Iremos ter, certamente, muito assunto para conversar, concordar e discordar.


Agora aguardemos pelo desenlace da história. Quero ver, acima de tudo, como é que os produtores e distribuidores se vão comportar e alinhar perante as duas propostas de encontros com o vinho que irão acontecer, lá mais para a frente. Ambos prometem ser os maiores. Certamente, estarão a fazer contas à vida. Pelo meio, iremos assistir por esse país fora a eventos organizados e dinamizados pelos dois projectos concorrentes. Serão pequenas escaramuças. O confronto final será, como todos sabemos, no final do ano, na capital do império. Esperemos pelos próximos episódios.

1 comentário:

Paulo Vaz disse...

Está feia, pesada e difícil de ler.