terça-feira, março 20, 2018

Um Imperativo: Quinta de Sanjoanne Terroir Mineral

Meus caros, se há vinhos que deviam existir no supermercado, este é um deles. Não por serem vulgares, longe disso, mas porque devíamos ter direito a eles, ali à mão de semear. Digamos que devia ser  um imperativo, um direito de todo o cidadão que goste de beber uns bons copos. 


Deviam existir, para termos acesso a eles, a qualquer altura do dia, da semana, do mês. Não termos acesso a este vinho, de forma ilimitada, devia ser uma luta da sociedade copofónica. Que se faça uma petição.


É escandaloso o preço a que este vinho verde, sem gás e sem açúcar, é vendido (mas por favor, não o aumentem) nos locais onde se encontra. Ronda, mais coisa menos coisa, os 5€. Um vinho com um equilíbrio assinalável, com uma sensação de frescura, de limpidez que nos deixa impressionado. Muito fino e elegante, em que as notas cítricas e minerais insurgem-se de forma veemente. É tanto por tão pouco, como alguém já disse.

Sem comentários: